terça-feira, 28 de novembro de 2006

O Glorioso e as suas gentes

1 comentário:

Bronco disse...

Eh pá traduzam lá esta merda que não se percebe nada, de nada. É um pouco como o glorioso. Não se percebe mesmo nada.