quarta-feira, 22 de novembro de 2006

Concorrência desleal (parte II)



Podemos sempre considerar as hipóteses de mudança física (pagas a prestações) que a cirurgia estética hoje em dia proporciona, tornando acessível a muitas bolsas, a felicidade transitória de uma bela liposuccção infligida às coxas e nádegas ou de uma intervenção que torne os seios mais atrevidos e imponentes.

A sensação de impotência perante a inexorabilidade do tempo (e perante os bandos jovens de 19 anos que se pavoneiam pela rua, nas praias, nas esplanadas, de umbigo à mostra, tatuagens malandras e piercings marotos) é tanto maior quanto mais mal amadas formos. Isso, convém que se diga, a cirurgia estética não cura.

8 comentários:

AsSLoVeR disse...

Essa foto irradia muita sabedoria.

Canal traseiro disse...

À doutora sweetjane eu gostaria de colocar uma questão sobre este poema que ela escreveu. Porquê dois cús e não apenas um? Também fica bonito, mas terá sido intencional?

doutora sweetjane disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
doutora sweetjane disse...

Querido canal traseiro,

foi por si que optei por colocar dois "dérriérres". Em homenagem a si, meu querido, sempre tão incompreendido, tão mal usado e tão mal amado. Foi em homenagem assim e também para encher mais o blog e assim ser mais provável o computador começar a bolsar mais cedo. Portanto sim, foi intencional.

Anónimo disse...

K-Y Jelly. Um must!

Jorge dos Santos disse...

Parabéns senhor Fernando Correia, está bonzinho, um abraço para si e para os ouvintes. Parabéns pelo blog, já não era sem tempo um blog da Bancada Central. Ó senhor Fernando Correia, a minha pergunta desta jornada é muito simples, e eu sou um homem simples e coloco perguntas simples, está a compreender? E a minha pergunta simples é esta: o meu filho gostava de saber se o rabinho na fotografia é o rabinho da Doutora Sutjane - é assim que se diz, senhor Fernando Correia? - ou se não é. É que lemos e ficámos numa certa dúvida, e queríamos saber. Um abraço, senhor Fernando Correia...

Fernando Correia disse...

Jorge dos Santos, um abraço daqui também para si, meu amigo, continue sempre a aparecer aqui na Bancada. Quanto à questão que coloca, vamos esperar que a Doutora Sweetjane esclareça, se assim o entender, claro está, se é dela ou não, enfim, a anatomia que aparece nas fotografias. Um abraço, meu amigo...

sweetjane disse...

Amigos Correia e Santos,
a cena é esta:
a) se vos agrada o rabinho então é porque é meu;
b) se não gostarem dele garanto-vos que se trata do rabiosque de outra pessoa!